MOVIMENTO SHALOM

MOVIMENTO SHALOM

NOTA: Este Movimento não tem haver com os Retiros Shalom ue se realizam na nossa Diocese (Angra)

 

 

A finalidade do nosso processo de evangelização da juventude é proporcionar um crescimento dos jovens a todos os níveis (humano, social, teológico) para que estes, conscientizados da sua missão de cristãos, se preparem para serem animadores capazes de se tornarem fermento em qualquer realidade para a transformar.

O processo é feito em grupos inseridos nas comunidades paroquiais, articulados com a pastoral da paróquia e diocese. Os grupos são lugares de crescimento no trabalho em Igreja (sobretudo na evangelização de outros jovens) e na sociedade, assumindo os desafios de cada realidade.

O processo divide-se em três etapas complementares: Pré-Encontro, Encontro Inicial e Pós-Encontro.

A finalidade do Pré-Encontro é criar uma consciência de grupo cristão, despertando para a importância de um processo de Educação Permanente na Fé, que possibilite aos jovens criarem uma consciência crítica e assumirem a sua missão de apóstolos na sua realidade.

O Encontro Inicial é um encontro de dois dias e meio, animado por jovens para jovens, onde se pretende uma vivência e um aprofundamento dos temas essenciais da vida cristã.

O Pós-Encontro é a etapa privilegiada de aprofundamento da fé e de evangelização permanente da realidade. Para isso, o grupo divide-se em Equipas de Acção, cada uma delas com o seu objectivo concreto, em ordem ao compromisso na realidade. Desenvolve-se em duas grandes dimensões: Acção (trabalho apostólico e organização e preparação técnica para tal) e Reflexão (aprofundamento da fé que inclui reuniões, encontros e reencontros).

A maneira de trabalhar baseia-se na Pedagogia da Educação Libertadora. Em todo o processo trabalha-se na base da Acção-Reflexão-Acção, procurando crescer através da reflexão sobre o que se faz.

A espiritualidade pretende conseguir uma vivência bíblica-comunitária-comprometida e litúrgica.

Todo o projecto procura, como finalidade última, ajudar a construir um Homem criado por Deus à sua imagem e semelhança, conscientizado, solidário e comprometido, que tenha como protótipo Jesus Cristo; uma Sociedade onde todos sejam iguais em direitos e deveres; é uma Igreja que vive da Palavra de Deus, que celebra, partilha, testemunha.